Garrafa Desasnada 3 – Processo de Vinificação

Desasnar o vinho …. não é fácil, pois com ou sem intenção muitos pontos importantes são ocultos ao bebedor comum, reles mortal….

Temos que deixar claro que quando “no bar” começam a falar de vinho orgânico…. normalmente é conversa de bar mesmo, mistura-se tudo, princípios, lendas, desinformação, goles (hic…), legislação, crenças, experiências, “ouvi falar”… Desasnar não é afirmar mais uma verdade e sim trazer à tona as várias verdades, e adaptar, crescer, aprender… é um contínuo na vida…. DESASNANDO o FAZER VINHO ….

Processo de Vinificação

Aqui é onde a porca torce o rabo…. é o grande divisor de águas… entre vinhateiros e produtores industriais. “Basicamente” o processo é como segue – tudo que está em [ ] é opção do responsável ou do irresponsável….

  • colheita [manual] [mecânica] [antes das uvas estarem maduras]
  • triagem [manual] [mecânica]
  • [maceração] [carbônica] [pelicular]
  • [prensagem] [hidráulica] [pneumática] [mecânica] [fulagem – pé-nual]
  • fermentação alcoólica [adição de levedos e enzimas industriais] [adição de açúcar – Chaptalização] [controle de temperatura] [acidificação] [sulfitos] [retirar as leveduras mortas]
  • [fermentação malolática]
  • [remontagem] [transferência de tanques]…
  • [maturação] [em barricas][em tonéis] [em tanques de cimento] [em tanques de epoxi] [ em anforas] [serragem]…
  • [filtragem] [osmose inversa]
  • [colagem]
  • [sulfito no engarrafamento]

“- Você vai me dizer que tem um monte de coisa dentro do vinho normal que não faço, ideia…e ninguém comenta?”

Exatamente isso… Transparência é a palavra chave.

Uma boa maneira de visualizar as diferenças entre algumas delas é o gráfico abaixo.SAINS__5_bouteilles_2

NOSSOS VINHATEIROS

Todos eles mantém processos extremamente simples e sem utilização de aditivos químicos industriais. Sem classifica-los mas apenas os posicionando no diagrama das garrafas acima, eles estariam entre a última e a penúltima garrafas…