Garrafa Desasnada 6 – Rolhas

Desasnar o vinho …. não é fácil, pois com ou sem intenção muitos pontos importantes são ocultos ao bebedor comum, reles mortal….

Desasnar é  descomplicar  … DESASNANDO as ROLHAS ….

tipos de rolha

natural

cortiça natural, usada desde os gregos, é a forma mais natural de guardar o vinho. Conservam até mais de 20 anos, recomenda-se trocar as rolhas a cada 15/20 anos.

colmatadacortiça compactada – são rolhas naturais seladas com uma mistura de cola e pó de cortiça para melhorar o aspecto visual e a obturação com aumento da superfície de contato.

aglomeradacortiça aglomerada – granulados de cortiça de qualidade são calibrados e colados, depois são ou moldados ou extrudados para formar as rolhas. Conservam em torno de 3  anos.

1e1cortiça 1+1 – corpo de aglomerado mais duas tampas de cortiça natural.

cortiça “técnica” – utilizando CO2 em estado supercrítico (altíssima pressão e temperatura pouco acima da ambiente) para retirar o TCA – para quem não sabe, assim se faz o café descafeinado…. depois são adicionados acrilatos para vedar os poros.

vinovasintéticas – extrusão, injeção e ambas. Em polietileno ou outros materiais, com tintas e materiais inertes.

 

A cortiça…

Img2007-03-11_013

É a casca do sobreiro. Limpa, cortada e trabalhada.

Mais de 50% da cortiça produzida no mundo provém de Portugal,  especificamente do Algarve com suas casas brancas e chaminés mouriscas.

 

 

Bouchonée (gosto de rolha)
  • o bouchonée não é um problema de qualidade do vinho e sim da rolha
  • chama-se gosto de rolha, mas deveria-se chamar odor de rolha
  • Odor de porão úmido, papelão molhado, mofo, de cortiça é o TCA um composto aromático clorado !!!

2,4,6-tricloro-anisol ou TCA

“Para tudo…. de onde vem essa molécula clorada??? Cloro não existe nas plantas, nem no vinho….. ”

Ah , realmente não vem das plantas não, mas sim da ação do mofo/fungos sobre clorofenóis. Estes clorofenóis vem dos inseticidas e pesticidas aplicados nas plantas, da poluição do ar, nos paletes e estruturas de madeira “tratadas” e dos produtos clorados de limpeza utilizados  nos processos de produção das rolhas, e também podem vir das barricas de madeira . Assim quanto melhor for o meio ambiente e os cultivos menos será necessário ter alternativas não naturais às rolhas, pois teremos menos TCA.

Tamanho

IMG_5165

Dependendo do tempo de conservação esperado para o vinho, do transporte que os seus vinhos serão sujeitos, das variações de temperatura, coisa que o vinhateiro deve saber ou ter uma idéia clara… ele escolherá uma rolha maior ou menor…. Para se ter uma idéia dentre as rolhas que tenho em casa, existem rolhas que medem desde 37 mm até 54 mm.

Comparação
Conservação aproximada Sustentável (0-5) Custo
(0-5)
Reciclável Impacto aromático Impacto gustativo

Oxidação
/Redução

cortiça natural > 20 anos 5 3-5 sim pode haver não Oxidação
cortiça compactada 5 anos 4 4 sim* pode haver não Oxidação
cortiça aglomerada 3 anos 3 2 sim* pode haver não Oxidação
cortiça 1+1 7 anos 3 3 sim* pode haver não Oxidação
cortiça “técnica” > 20 anos ? 2 4 sim* não não Oxidação
sintéticas 2 anos 1 1 sim* não* não* Oxidação
Tampas de rosca 2 anos 3 3 sim* não pode haver Redução

* contém cola e outros polímeros sintéticos

Curiosidades
  • colecionadores de rolhas (como eu) são chamados…. em francês Buttappoenophiles, que vem do italiano, mas cá entre nós é muito feio !
  • o café descafeinado é feito da mesma forma que o TCA é retirado da cortiça “técnica” : utilizando CO2 em estado supercrítico (altíssima pressão e temperatura pouco acima da ambiente) a cafeína é dissolvida no CO2 e então retirada
  • outras maneiras de tampar vinhos: tampas de rosca, tampas de vidro, tampas de poliestireno, tampas de cortiça técnica misturada com acrilatos, etc etc…
  • um impacto direto de rolhas diferentes: na Quinta degust: Cuvée Laïs 2005, a diferença enorme do vinho na garrafa de 750ml, na Magnum(1,5l) e na Jeroboam (3l) pode-se explicar em parte pela diferença de rolhas utilizadas. Olivier Pithon utilizou rolhas mais densas/duras para as garrafas maiores, o que o “fechou o vinho à maturação”
NOSSOS VINHATEIROS e nossos vinhos

Dependendo do vinho em questão, se for um vinho jovem para beber logo, será uma rolha mais simples tipo a 1+1, mas a grande maioria dos vinhos tem rolhas de cortiça maciça. Abra uma garrafa e veja por você mesmo.

A maioria deles utiliza rolhas produzidas por Antonio Almeida (não é meu parente próximo!) que é o líder mundial em rolhas de qualidade, com controles de nível de TCA em diversas etapas do processo.

Também tomamos cuidado com as rolhas utilizadas por nossos vinhateiros para que conservem o vinho no transporte, e até o consumo no Brasil.