Ampliando a oferta de cada produtor – por que?

Ampliando a oferta de cada produtor – por que?

Já na nossa segunda importação ampliamos a oferta de rótulos cobrindo grande parte do portfólio de quatro produtores de vinhos naturais franceses… Padié, Colombière, Sénéchalière e Milan….

Nesses dois anos de atividades da Garrafa Livre as relações com vários produtores passou do mero comércio para uma relação de amizade e de confiança mútua .

Aprofundando a relação pessoal com os vinhateiros implica , na nossa ótica , uma subsequente ampliação de portfólios e de volumes, indicando nosso comprometimento com o pequeno produtor e auxiliando na sua sustentabilidade.

Pessoas diferentes , vinhos diferentes, mas com uma intenção clara comum: fazer vinhos vivos, de forma sã para agricultor, vinificador e consumidor. Estudando continuamente solo , planta, clima, natureza em torno, processos de vinificação (fermentações e maturações), buscando a transparente união natural do homem e outros animais , das plantas e da Terra.

Para o consumidor/ bebedor final brasileiro, uma oferta mais ampla do portfólio de um pequeno produtor de vinhos naturais permite compreender muito melhor o trabalho do mesmo, as castas, as escolhas de vinificação e as sutilidades inerentes ao terroir (solo, clima, vegetais e animais, e homem). Poder navegar entre vinhos mais complexos e glu-glus, passando por garrafas com castas endêmicas é uma viagem de aromas e paladares que expande o entendimento geral e específico sobre vinhos naturais.

Padié: trazemos agora 6 de 8 vinhos, evoluindo dos 4 iniciais, trazendo os monovarietais Tourbillon de La Vie branco e tinto, respectivamente de Maccabeu e de Grenache Noir;

Colombière: trazemos agora 5 de 7 vinhos, evoluindo dos 3 iniciais, trazendo os brancos Jacquaires (Mauzac/Loin de l’oeil , Chenin/Sauvignon) e o surpreendente Le Grand B (da raríssima e exclusiva casta Bouysselet), trazendo a franqueza com frescor dos brancos do Fronton.

Sénéchalière: trazemos agora 4 de 5 vinhos, evoluindo dos 2 iniciais, com La Bohème e Folle Blanche, ampliando nossa aposta em vinhos brancos versáteis !

Milan, passamos de 3 rótulos para quatro, nos aproximando dos 7 vinhos que eles fazem em média por safra, trazendo o super Le Grand Blanc

O retorno positivo de nossos clientes nos estimula a continuar nosso caminho de abertura, democratização e desmistificação do vinho natural.

-Saúde à todos !