Aconteceu no Domaine Padié em Abril 2017

Viver na França e poder visitar frequentemente os vinhateiros com os quais trabalhamos, nos permite aprender, aprender, aprender…. e na sequencia: compartilhar, compartilhar compartilhar….  dez dias junto com Jean-Philippe Padié e sua equipe no Calce e fizemos muita coisa:

Provas de amostras da nova safra: Tdv rg 2016 e Tdv Blanc 2016, Pacha 2015, Pacha 2016, Calice 2016, Petit Taureau 2016, Fleur de Cailloux 2016, Gibraltar 2016 – tudo mais vivo, mais Tchans, frescos e finos…. como o ano passado foi muito seco… concentrou o suco !!!

Assemblage Tourbillon de la Vie Rouge 2016 , mais redondo e mais delicado que o ano precedente, o TDV RG 2016, começa a revelar as marcas de seu criador, o Jean-Philippe Padié , delicadeza, aromas mais complexos, presença de notas de frutas tanto no aroma quanto no paladar, sem deixar de ser o vinho de entrada simples de se beber…. está quase pronto. Trabalhar com parte das uvas em cachos inteiros traz uma melhor estrutura acidez – complexidade no vinho.

Assemblage Tourbillon de la Vie Blanc 2016 , sabendo que 2016 foi um ano muito seco, o resultado na última amostra é muito mais aromático que o 2015 mas guardando a base e a estrutura do TDV BL. Podemos sentir aromas mais florais e mais marinhos, na boca um turbilhão como sempre… Vamos ver como ele chegará na garrafa.

Resultados das Análises pré-engarrafamento – passamos horas, eu e Jean-Philippe Padié, discutindo e comparando os resultados das análises químicas dos vinhos deste ano, seguindo as suas evoluções, entendendo as relações do clima e do solo no vinho e o nível de estabilização de cada um deles. Acidez volátil, pH, SO2 total e livre, ácido málico, ácido tartárico, turbidez, grau alcoólico, CO2, estabilidade, nuance, etc…. Fica aqui meu agradecimento ao meus professores de química do ITA, Prof Dr. Marco Cecchini e Prof Dr. Carl Hermann Weis, que me abriram as portas químicas de entendimento deste mundo.

Colagem manual dos rótulos do novo vinho Le Pacha 2015, com uma máquina toda feita em madeira…um processo bem artesanal para um vinho artesanal também.

Acompanhamento dos trabalhos nas vinhas, dos jardins, a garriga (vegetação em torno do Mediterrâneo) é super rica, com baixa umidade mas grande diversidade….