Du Rat des pâquerettes

Vinho tinto
Apelação Vin de France
Castas 100% Duras
Solo calcário da Causse

Vinificação Fermentação à 28° C, algumas pigeages (esmagamento das uvas, com os pés) e uma maceração de 5 semanas e meia.
Maturação
em tanques e velhas barricas.

Degustação Visual grená profundo com nuances violáceas. Aroma muito expressivo sem deixar de ser fresco e aéreo, de frutas negras bem maduras (mirtilo e amora), especiarias de pão de mel, e com a aeração aparecem notas ferrosas. Na boca ele é redondo e fresco com frutas de rara intensidade. Tem textura densa e madura, finamente aveludada, reforçada pelas notas de menta. Equilíbrio perfeito. O final é ligeiramente mais firme mas mantém o fruto e o frescor.
Harmonização Grelhados, churrascos, pratos bem temperados, queijos mais envelhecidos.
Potencial de guarda 5-10 anos

vinhos, vigneron

Présqu’ambulles

Vinho espumante branco (PetNat)
Apelação Vin de France
Castas Mauzac (também conhecida como Uva Arco-Iris)
Solo calcário da Causse

Vinificação Sem leveduras externas, controle de temperatura, sem sulfitagem, sem degola (“degorgement”). A fermentação termina dentro da garrafa – método ancestral.
Maturação
– não realizada.

Degustação Visual dourado claro, com bolhas esparsas e muito finas. Aroma fino e aromático, que traz frutas brancas bem maduras, flor de acácia, mel. Paladar redondo, suave sem ser doce, aéreo com bolhas delicadas e discretas, guardando um belo frescor sem sensação de acidez final.
Harmonização aperitivos e sobremesas, torta de maçã, torta de mirtilo, salada de frutas vermelhas, etc.
Precauções na guarda e na abertura este espumante método ancestral deve ser guardado em pé e no frio por mais de 24 horas antes de ser servido. E, para evitar perder este precioso líquido abrir com uma taça bem pertinho…
Potencial de guarda 2-3 anos, ou seja, é para abrir logo !

vinhos, vigneron

ZacMau

Vinho branco
Apelação Vin de France
Castas Mauzac (também conhecida como Uva Arco-Iris)
Solo calcário da Causse

Vinificação Sem leveduras externas, controle de temperatura, sulfitagem mínima, filtração e colagem apenas quando necessário. Em uma palavra, apenas o prolongamento natural de uma cultura respeitosa sem artifícios e sem maquiagem: suco de uva fermentado e boa !
Maturação
em velhas barricas (panela velha é que faz comida boa….) com uma leve bâtonnage, recolocar as leveduras em suspensão no vinho.

Degustação Vinho elegante, Nariz aromático com fineza. Paladar rico com um belo frescor e uma vivacidade marcantes exprimindo perfumes e a generosidade do sul da França. Deve ser colocado numa Carafe (decanter) antes de ser bebido.
Harmonização Frutos do mar e crustáceos, pratos à base de frutos do mar, peixes grelhados, peixes em molho, peixes defumados e cozinha vegetariana. Queijos de cabra e ovelha frescos, e carnes brancas grelhadas.
Potencial de guarda 5 anos

vinhos, vigneron

Greilles

Vinho branco
Apelação AOC Gaillac
Castas Mauzac, Loin-de-l’œil, Muscadelle
Solo calcário da Causse

Vinificação Sem leveduras externas, controle de temperatura, sulfitagem mínima, filtração e colagem apenas quando necessário. Em uma palavra, apenas o prolongamento natural de uma cultura respeitosa sem artifícios e sem maquiagem: suco de uva fermentado e boa !
Maturação

Degustação Visual: durado claro, brilhante. Aroma: frutas maduras e exóticas, mas bastante aéreo e delicado, com notas de creme de amêndoas, mel, maçã madura e ameixas Mirabelle secas – sim isso existe apenas no Sudoeste da França ! Paladar redondo, amplo, também maduro, com bastante substância sem deixar de ser digesto, com um belo frescor e vivacidade. Um vinho Zen, no estilo “estamos bem demais, não, tin tin ?”
Harmonização Frutos do mar e crustáceos, pratos à base de frutos do mar, peixes grelhados, peixes em molho, peixes defumados e cozinha vegetariana.
Potencial de guarda 5 anos

vinhos, vigneron

Peyrouzelles

Vinho tinto
Apelação AOC Gaillac
Castas Braucol, Syrah, Duras. Alguns pés de Alicante, Prunelart e Jurançon
Solo calcário da Causse

Vinificação No tanque sem leveduras externas e com pouquíssimo SO2.
Maturação

Degustação Visual púrpura violáceo translúcido. Aroma tenso de frutas negras selvagens (sabugueiro, abrunho -uma ameixa silvestre europeia, amoras) com um toque de especiarias e a vivacidade trazida pelos solos calcários. Paladar redondo, aveludado com uma composição fresca e suculenta, saborosa com uma boa sensação natural. Final tônico, apetitoso, salino e com especiarias mil e dá vontade de beber novamente!
Harmonização Grelhados, churrascos e o que um grupo de amigos decidir. é perfeito para reconciliar bebedores com o Vinho Natural. Depois de um dia aberto fica ainda melhor.
Precauções na abertura carrafar por 1 hora antes de servir
Potencial de guarda 5 anos

Lições da lingua Occitana – bebendo Peyrouzelles você aprende o Occitan
– Braucol – touro
– Peyrouzelles – predras rosa

vinhos, vigneron

Agora sim, os novos VINHOS da Garrafa Livre

Os NOVOS VINHOS são 27 novas referências ! 10 novas safras de vinhos que já importamos. seis novos produtores. Mantendo a qualidade de nossa seleção ampliamos o número de produtores, de regiões, de referências por produtor e reduzimos os volumes importados… 

Os SEIS novos vinhateiros, e os VINHOS que estão no navio chegando no Brasil de cada um deles:

Patrice Hugues-Béguet um vinhateiro jazzy “na playlist” ou “na fita”, dependendo da sua idade! 4 hectares no Jura, mais uma exclusividade da Garrafa. Pequena produção e  poucas pessoas o distribuem mas encontramos seus vinhos em Paris, Tokyo, NYC e em breve São Paulo! Um trabalho minucioso em tintos e brancos. Surpresa total.
– Ploussard 2016 – tinto
– So True 2016 – tinto
– Orange was the color of her dress 2016 – branco/laranja

Thierry Germain, reconhecido pela qualidade do trabalho, perfeição dos vinhos e pessoa de uma humanidade ímpar… Saumur-Champigny em grande estilo: fineza, complexidade, e presença ! Muitas coincidências da vida me fizeram encontrar Thierry Germain… um grande amigo tem uma propriedade familiar na frente do Domínio des Roches Neuves… de Thierry, e me apresentou aos seus vinhos há muito tempo, seleção feita antes da Garrafa Livre nascer !
– Les Roches 2016 – tinto
– L’Insolite 2016 – branco

Domínio Vallat d’Ezort, do Gard, uma descoberta nas Gargantas do Tarn, mais especificamente em Sainte-Enimie, pequeno e magnífico vilarejo ao norte dos Cévennes, num pequeno cavista com vinhos naturais da região…. à um calor de quase 40 graus… com amigos queridos, e há muito tempo… conhecemos alguns vinhos deste pequeno domínio em Sauvignargues feitos por Manuela e Frederic Martin…. trabalho de formiguinha recuperando vinhedos, ouvindo o que a terra, os tipos de uvas e as parcelas “falam”.
– Alegria Rouge 2016 – tinto
– Alegria Rosé 2016 – rosê
– Fantastica 2013 – tinto
– Estrella 2011 – tinto

Domínio Causse Marines… no Gaillac. Havia sido selecionado há mais de 3 anos… mas os caminhos da vida nos distanciaram e recentemente nos aproximaram! Queridos Patrice Lescarret e Virginie Maignien, uma explosão de felicidade ! Com seus trocadilhos , suas uvas autóctones, suas belezas interiores, os camundongos do site, e amigos, muitos amigos… uma propriedade linda e acolhedora e vinhos extremamente ricos em diversidade sem perderem a precisão … Ah Gaillac….
– Peyrouzelles 2016 – tinto
– Du Rat… de Paquerettes 2016 – tinto
– Zacmau 2015 – branco
– Greilles 2016 – branco
– Presqu’ambulles 2015 – espumante branco / PetNat

São Paulo, oops, Provença… Karina e Guillaume Lefèvre do Domínio de Sulauze, no sol da Provença, uma paulistana que faz vinho com um francês ! Vamos começar com o petnat (Petillant Naturel – espumante natural) … mas a parceria promete ! Muitas visões e amigos em comum. Um belo encontro, em casa de amigos, e indicado por muitos outros amigos.
– Super Modeste 2016 – espumante branco / PetNat

Champagne Laherte Frères…. “Champagne per brindare un incontro….” encontrar com Aurélien Laherte há quase três anos, considerado em 2017 como o 15o melhor produtor de Champagne no Guide des Meilleurs Vins de France – RVF “15ème meilleur domaine Champenois. Le domaine monte en puissance.” assegura que estamos no caminho certo. Passinho passinho sempre com muita qualidade.
– Extra Brut Ultradition – espumante branco
– Blanc des Blancs Nature – espumante branco
– Rosé de Meunier – espumante rosê

E nossos amigos vinhateiros já conhecidos, com belas novidades de cuvées e de safras….

Colombière
Vinum 2016 – tinto
Jacquaires 2016 – branco
Vin Gris 2016 – rosê
Jean-Philippe Padié
Calice 2016 – tinto
Fleur de Cailloux 2016 – branco
Le Pacha 2015 – tinto
Olivier Pithon
Cuvée Laïs Blanc 2015 – br
Cuvée Laïs Rouge 2015 – tto
P. Noir 2016 – tinto
P. Gris 2015 – branco
P. Blanc 2016 – branco
Riesling 2016 – branco
Gewurztraminer 2015 – branco

Pothiers
Réference 2016 – tinto
Domaine 2016 – tinto

Sénéchalière
La Bohème Large 2015 – branco
Folle Blanche 2016 – branco
Mortier
P’Tite Vadrouille 2016 – tinto
Pins 2015 – tinto
Dionysios 2015 – tinto

Estão no meio do Oceano Atlântico… em breve disponíveis no Brasil….